100%

SAÚDE: Secretário presta esclarecimentos sobre fechamento de Unidades de Saúde

SAÚDE: Secretário presta esclarecimentos sobre fechamento de Unidades de Saúde O Secretário de Saúde se comprometeu a reabrir a unidade do Capão Bonito no prazo de 10 dias apenas para realização de consultas médicas
Terça-feira (26), após o encerramento da Sessão Ordinária, o presidente da Casa, Lelo Ulrich (PSD), abriu espaço para o Secretário de Saúde, Ademir Moreira, prestar esclarecimentos sobre a interdição das Unidades de Saúde do Cerrado das Cinzas e Capão Bonito, e das outras unidades de apoio do Caratuva, Boa Vista e Roncador, determinado pela Vigilância Sanitária Municipal.
O Secretário falou que durante os últimos 25 anos, não houve reformas ou avanços nestas unidades do Cerrado das Cinzas, Capão Bonito e nas demais da Zona Rural, e que era do conhecimento de todos – Conselho de Saúde e Vigilância Sanitária, que nenhum dos estabelecimentos tinha licença sanitária de funcionamento. “Se fizéssemos um levantamento de Jacarezinho à Ponta Grossa, se 8 ou 10 unidades de saúde tiverem licença sanitária seria muito”, disse. “Se o Ministério Público fizesse uma varredura em todo o Paraná, 70% dos hospitais e 90% das Unidades de Saúde seriam fechados”. O Secretário ressaltou ainda que apesar dos problemas, Arapoti avançou muito na área com a construção de dois novos postos de saúde e com a reforma de outras três unidades.
O debate sobre as causas do fechamento das unidades, consequências e possíveis soluções foi enriquecido pela presença, além dos nove vereadores, da responsável pela Vigilância Sanitária, Andrea Cristina da Silva, e pelo Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcelo Zanini.
O processo que terminou com a interdição das Unidades de Saúde, começou com um alerta, feito pelo Conselho Municipal de Saúde à Promotoria de Justiça da Comarca de Arapoti em outubro de 2016, de que nenhuma unidade de atendimento possuía licença sanitária para ‘a garantia de condições de trabalho e assistência à população arapotiense’. Em resposta, na época, a Secretaria de Saúde alegou que estava com sobrecarga de atividades e que não era possível a realização de inspeções sanitárias em todos os serviços de atendimento.
O Secretário de Saúde se comprometeu a reabrir a unidade do Capão Bonito no prazo de 10 dias apenas para realização de consultas médicas. Questionado sobre o atendimento no Caratuva, Boa Vista e Roncador, o Secretário de Saúde e a responsável pela Vigilânica Sanitária reafirmaram que as unidades serão mantidas fechadas por motivo de contaminação da água da localidade.

PROPOSTAS
Como possível saída, o Presidente da Casa sugeriu um compromisso entre os Poderes Legislativo e Executivo, a fim de destinar recursos da Câmara Municipal para a reforma e adequação dos Postos de Saúde do Cerrado e Capão Bonito. “Proponho, com apoio de meus colegas vereadores, que a Câmara Municipal adiante a devolução de recursos economizados durante o primeiro semestre de 2018 para serem investidos nestas unidades de saúde, o que daria cerca de R$200 mil para cada estabelecimento. Em contrapartida, a Prefeita [Nerilda Penna (PP)] deve se comprometer em dar celeridade às obras e em reduzir o número de cargos comissionados que hoje são dispensáveis”, disse.
Durante a reunião foram relacionas outras propostas de ação: (1) liberação dos ônibus escolares para transporte de pacientes para atendimentos nas unidades da cidade; (2) criação de uma CPI na Câmara Municipal para apurar as causas das interdições; (3) elaboração de um plano de contingência; (4) aprovação de projetos de lei orçamentária para a saúde, de construção ou reforma, apenas se acompanhado de projeto arquitetônico; (5) reativação dos atendimentos e construção de novas unidades no Capão Bonito e Cerrado das Cinzas.

Confira o debate completo pelo link https://bit.ly/2Kdqk9Y, a partir de 1:14:45.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 28/06/2018 - 11:02:38 por: Nicole Renata Chiaradia - Alterado em: 28/06/2018 - 11:04:41 por: Nicole Renata Chiaradia

Notícias

IPTU: Contribuintes já podem pedir devolução de emolumentos
IPTU: Contribuintes já podem pedir devolução de emolumentos

Os contribuintes já podem solicitar na Prefeitura Municipal a devolução da taxa de emolumentos paga com o carnê de IPTU nos últimos cinco anos. Para requerer o ressarcimento, o contribuinte deve comparecer à Prefeitura tendo em mãos originais e cópias dos documentos pessoais (RG e CPF), os comprovantes de pagamento do IPTU (ou solicitar extrato na Seção de Tributação), e as informações bancárias para depósito da devolução.

CIDADANIA: Vereadores acompanham votações do Projeto Eleitor do Futuro
CIDADANIA: Vereadores acompanham votações do Projeto Eleitor do Futuro

Na última quinta (13) e sexta-feira (14) aconteceram as votações do Projeto Eleitor do Futuro, desenvolvido pela Justiça Eleitoral em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. O Presidente da Câmara, Marineo Ferreira (PTB), e o vereador Ricardo Rodrigues Pedroso (PPS), representaram a Câmara Municipal na cerimônias de abertura, ao lado da Prefeita Municipal, Nerilda Penna (PP) e do Juiz de Direito, Djalma Aparecido Gaspar Junior.

Jovens Vereadores visitam Escola Clotário Portugal
Jovens Vereadores visitam Escola Clotário Portugal

A Escola Municipal Clotário Portugal convidou os Jovens Vereadores para conhecerem a rua que dá acesso à instituição. A ação faz parte de um projeto pedagógico que trabalha as diversas abordagens sobre Trânsito.

Calógeras recebe Câmara Itinerante
Calógeras recebe Câmara Itinerante

Tem Sessão Itinerante da Câmara Municipal no próximo dia 27 de JUNHO, quinta-feira, às 18 horas, no Distrito de Calógeras. A reunião vai acontecer no Salão da Capelania Nossa Senhora do Rocio. Compareça, participe, esse é o Legislativo Municipal mais perto de você.

Economia do Legislativo: Câmara vai devolver verba para construção de Capela Mortuária e revitalização da Praça Romana Duarte
Economia do Legislativo: Câmara vai devolver verba para construção de Capela Mortuária e revitalização da Praça Romana Duarte

Os vereadores arapotienses apresentaram indicação na última quarta-feira (29) sugerindo investimentos da verba de devolução, no valor de R$400 mil, do Poder Legislativo ao Executivo Municipal. A decisão de antecipar a devolução do recurso, economizado no primeiro quadrimestre do ano, aos cofres municipais é do Presidente da Câmara, Marineo Ferreira (PTB), que abriu o debate com os demais vereadores sobre quais projetos poderiam ser executados.