100%

SEMANA DO MEIO AMBIENTE: Projeto quer implantar coleta seletiva nas dependências da Prefeitura

SEMANA DO MEIO AMBIENTE: Projeto quer implantar coleta seletiva nas dependências da Prefeitura "É hora de ampliar o modelo para os demais serviços públicos do município"
Na Semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), a Câmara vota em 2º turno o Projeto de Lei 1935, que institui a separação do lixo reciclável nas dependências do Serviço Público Municipal  e a correta destinação desse material às associações ou cooperativas de catadores do município. A medida, de autoria do vereador Divair da Silva (PV), propõe contribuir com o meio ambiente e melhorar a renda das famílias arapotienses que dependem da venda de material reciclável.
O projeto determina que todo material reciclável coletado nas dependências da Prefeitura Municipal, incluindo o trabalho administrativo, escolas, postos de saúde, entre outras, deverão ser destinados à entidades formalizadas e que tenham o lixo como renda exclusiva, que não possuam fins lucrativos, que apresentem sistema de rateio entre os cooperados ou associados e que possuam estrutura para triagem e classificação dos resíduos. Para implantar e acompanhar os trabalhos da separação do material descartado, a Prefeitura deverá compor uma Comissão com cinco servidores, coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente.
“Promover a preservação do meio ambiente é uma obrigação de todo cidadão. Aplicar os princípios da ecoeficiência, reduzir a utilização de recursos, reaproveitar insumos e reciclar os resíduos sólidos é uma das melhores formas de promover a preservação do nosso planeta, bem como dar sobrevida ao Aterro Sanitário”, justificou o autor do projeto.

MODELO
Antes de apresentar a proposta para a Prefeitura, o vereador Divair da Silva foi autor do Projeto de Resolução 108/2017, aprovado em maio do ano passado, que instituiu a separação e a Coleta Seletiva Solidária dos resíduos recicláveis descartados pela Câmara Municipal de Arapoti.
Além de colocar em prática a proposta, substituindo as lixeiras convencionais por lixeiras separadas por tipo de material - papel, plástico, vidro e metal, a instituição também passou a implantar medidas ecoeficientes com o propósito de reduzir o uso de materiais e, consequentemente, a produção de lixo: a ‘papelada’ distribuída aos vereadores foi trocada por arquivos digitais, que podem ser acessados por vereadores e servidores em celulares, tablets ou computadores, de forma eficiente, segura e transparente; e ao invés do uso de copos plásticos, que demoram entre 250 a 400 anos para se decompor na natureza, aquele cafezinho pode ser consumido em canecas ou copos de vidro. São medidas que geram economia do dinheiro público e contribuem para a preservação do meio ambiente.
Para se fazer uma conta rápida e demonstrar o benefício que o esforço coletivo pode gerar, a Câmara Municipal descarta por mês, em média, 220 litros de papel, 220 litros de plástico, 40 litros de metal e 20 litros de vidro. Ao todo são 500 litros de lixo reciclável por mês, 6 mil litros por ano, que deixam de poluir o meio ambiente. Se compararmos os Poderes, o quadro de funcionários da Câmara Municipal representa pouco mais de 1% do quadro da Prefeitura. Ou seja, podemos estimar um volume de 50 mil litros/mês ou 600 mil litros/ano de lixo reciclável que pode ser arrecadado no Executivo e nas suas dependências.
“É um sistema que foi implantado na Câmara Municipal e percebemos na prática que funciona. Agora é hora de ampliar o modelo para os demais serviços públicos do município”, disse o vereador Divair.
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 05/06/2018 - 13:24:09 por: Nicole Renata Chiaradia - Alterado em: 05/06/2018 - 13:24:09 por: Nicole Renata Chiaradia

Notícias

LDO 2019: Audiência recebe propostas de entidades do município
LDO 2019: Audiência recebe propostas de entidades do município

Aconteceu na noite desta quinta-feira (09) a Audiência Pública que debate com cidadãos e entidades propostas de investimentos a serem inseridos na LDO, que trata das diretrizes orçamentárias para 2019. Participaram do encontro representantes da APAE, Nosso Cantinho, Parque Histórico da Imigração Holandesa, FADA, Associação de Moradores do Jardim Aratinga, dos profissionais em psicomotricidade relacional, Conselho de Saúde, entre outros

Câmara Jovem elege nova Mesa Diretora
Câmara Jovem elege nova Mesa Diretora

A Câmara Jovem elegeu nesta quarta-feira a nova Mesa Diretora, que conduzirá os trabalhos neste semestre. Para a cadeira de Presidente ficou eleita a aluna do Colégio Rui Barbosa, Ariadine Mendes de Camargo, e para Vice-Presidente a aluna do Colégio Colônia Holandesa, Giovanna Men Kluppel. Na 1ª e 2ª Secretaria, foram eleitos João Henrique Vieira Rosa, do Colégio Mega, e Otávio dos Santos Izidoro, também do Colégio Rui Barbosa

QUEBRA DE DECORO: Por dois votos a um, Conselho de Ética aprova pedido de cassação do Vereador Giovanni
QUEBRA DE DECORO: Por dois votos a um, Conselho de Ética aprova pedido de cassação do Vereador Giovanni

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar se reuniu nesta segunda-feira (06) para leitura do relatório final do processo que apurou denúncia contra o vereador Giovanni Modesto (PP) por quebra de decoro parlamentar. Com base em oitivas de testemunhas e documentos do Ministério Público e da defesa, o relator Ricardo Rodrigues Pedroso (PPS) concluiu o relatório recomendando condenação com a perda do mandato. Por dois votos a um, o Conselho de Ética aprovou o pedido de cassação do vereador Giovanni Modesto (PP)

IPTU: Vereador sugere investimento nos bairros de acordo com arrecadação
IPTU: Vereador sugere investimento nos bairros de acordo com arrecadação

Você sabe onde é investido o seu IPTU? O vereador Divair da Silva (PV) apresentou na última quarta-feira (1º) um modelo diferenciado de investimento do imposto urbano, que acabaria com esta dúvida. Segundo a proposta da Indicação 92/2018, o valor arrecadado em cada bairro, no total ou uma porcentagem, seria investido na própria localidade. E mais: os moradores democraticamente definiriam quais as suas prioridades de melhorias

Audiência da LDO 2019 acontece no dia 09 de agosto
Audiência da LDO 2019 acontece no dia 09 de agosto

Essa é a sua vez de falar! Participe e colabore com o planejamento da nossa cidade. As propostas de investimentos para 2019 podem ser entregues, antecipadamente e por escrito, na sede da Câmara Municipal, ou apresentadas durante a Audiência Pública, que acontece no próximo dia 09 de agosto, às 19 horas, no Plenário da Câmara