100%

SEMANA DO MEIO AMBIENTE: Projeto quer implantar coleta seletiva nas dependências da Prefeitura

SEMANA DO MEIO AMBIENTE: Projeto quer implantar coleta seletiva nas dependências da Prefeitura "É hora de ampliar o modelo para os demais serviços públicos do município"
Na Semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), a Câmara vota em 2º turno o Projeto de Lei 1935, que institui a separação do lixo reciclável nas dependências do Serviço Público Municipal  e a correta destinação desse material às associações ou cooperativas de catadores do município. A medida, de autoria do vereador Divair da Silva (PV), propõe contribuir com o meio ambiente e melhorar a renda das famílias arapotienses que dependem da venda de material reciclável.
O projeto determina que todo material reciclável coletado nas dependências da Prefeitura Municipal, incluindo o trabalho administrativo, escolas, postos de saúde, entre outras, deverão ser destinados à entidades formalizadas e que tenham o lixo como renda exclusiva, que não possuam fins lucrativos, que apresentem sistema de rateio entre os cooperados ou associados e que possuam estrutura para triagem e classificação dos resíduos. Para implantar e acompanhar os trabalhos da separação do material descartado, a Prefeitura deverá compor uma Comissão com cinco servidores, coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente.
“Promover a preservação do meio ambiente é uma obrigação de todo cidadão. Aplicar os princípios da ecoeficiência, reduzir a utilização de recursos, reaproveitar insumos e reciclar os resíduos sólidos é uma das melhores formas de promover a preservação do nosso planeta, bem como dar sobrevida ao Aterro Sanitário”, justificou o autor do projeto.

MODELO
Antes de apresentar a proposta para a Prefeitura, o vereador Divair da Silva foi autor do Projeto de Resolução 108/2017, aprovado em maio do ano passado, que instituiu a separação e a Coleta Seletiva Solidária dos resíduos recicláveis descartados pela Câmara Municipal de Arapoti.
Além de colocar em prática a proposta, substituindo as lixeiras convencionais por lixeiras separadas por tipo de material - papel, plástico, vidro e metal, a instituição também passou a implantar medidas ecoeficientes com o propósito de reduzir o uso de materiais e, consequentemente, a produção de lixo: a ‘papelada’ distribuída aos vereadores foi trocada por arquivos digitais, que podem ser acessados por vereadores e servidores em celulares, tablets ou computadores, de forma eficiente, segura e transparente; e ao invés do uso de copos plásticos, que demoram entre 250 a 400 anos para se decompor na natureza, aquele cafezinho pode ser consumido em canecas ou copos de vidro. São medidas que geram economia do dinheiro público e contribuem para a preservação do meio ambiente.
Para se fazer uma conta rápida e demonstrar o benefício que o esforço coletivo pode gerar, a Câmara Municipal descarta por mês, em média, 220 litros de papel, 220 litros de plástico, 40 litros de metal e 20 litros de vidro. Ao todo são 500 litros de lixo reciclável por mês, 6 mil litros por ano, que deixam de poluir o meio ambiente. Se compararmos os Poderes, o quadro de funcionários da Câmara Municipal representa pouco mais de 1% do quadro da Prefeitura. Ou seja, podemos estimar um volume de 50 mil litros/mês ou 600 mil litros/ano de lixo reciclável que pode ser arrecadado no Executivo e nas suas dependências.
“É um sistema que foi implantado na Câmara Municipal e percebemos na prática que funciona. Agora é hora de ampliar o modelo para os demais serviços públicos do município”, disse o vereador Divair.
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 05/06/2018 - 13:24:09 por: Nicole Renata Chiaradia - Alterado em: 05/06/2018 - 13:24:09 por: Nicole Renata Chiaradia

Notícias

1º TURNO: Câmara aprova regras e parâmetros para estradas do município
1º TURNO: Câmara aprova regras e parâmetros para estradas do município

Com cinco emendas modificativas, os vereadores de Arapoti aprovaram ontem (20) em 1º turno o Projeto de Lei 1936/18, que estabelece parâmetros e regras para as estradas rurais e urbanas do município. De autoria dos vereadores Divair da Silva e Nei Ferreira (PSC), a matéria tem como objetivo regulamentar abertura, conservação, denominações, especificação técnicas e dimensões das estradas

CIDADANIA: Jovens Vereadores fazem visita na Prefeitura
CIDADANIA: Jovens Vereadores fazem visita na Prefeitura

Na última sexta-feira (15), os Jovens Vereadores Ana Laura de Oliveira (Colégio Carmelina), Carlos Henrique Bispo (Colégio Costa Neto), Giovanna Men Kluppel (Colégio Colônia Holandesa) e João Henrique Vieira Rosa (Colégio Mega) visitaram a estrutura da Prefeitura Municipal, acompanhados pelo Chefe de Gabinete, Jeovane Varela. O objetivo da visita foi conhecer um pouco sobre cada cargo e cada secretaria do Executivo, quais suas funções e como se relacionam dentro da organização

20 de junho: Dia Mundial dos Refugiados
20 de junho: Dia Mundial dos Refugiados

Nesta quarta-feira, 20 de junho, é celebrado o Dia Mundial dos Refugiados. Um estudo divulgado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), aponta que, em um ano, o número de refugiados que buscou refúgio ou proteção no Brasil mais do que dobrou. De acordo com os dados, esse aumento é reflexo da crise econômica e humanitária em que se encontra a Venezuela, levando a um êxodo dos cidadãos, que já soma um total de 1,5 milhões de pessoas que se viram obrigadas...

Sancionada a lei que cria selo para produtos artesanais de origem animal
Sancionada a lei que cria selo para produtos artesanais de origem animal

Sancionada a Lei 13.680/2018 que permite a comercialização interestadual de produtos artesanais de origem animal, como queijos, salsichas, linguiças, presuntos, mortadelas, salame e geleia, fiscalizados pelos órgãos de inspeção estaduais. Com a norma, os produtos passam a ser identificados com um selo único com a inscrição “Arte”, e a fiscalização da qualidade e das condições de higiene será pelos órgãos de saúde pública estaduais. Até então, os produtos só podiam...

ORIGENS: Prefeitura em parceria com a Câmara Municipal lança concurso cultural 'Escolha o Meu Nome'
ORIGENS: Prefeitura em parceria com a Câmara Municipal lança concurso cultural 'Escolha o Meu Nome'

A Prefeitura, em parceria com a Câmara Municipal, lançou nesta semana o Concurso Cultural Escolha o Meu Nome, que propõe aos alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental criar nomes para os bonequinhos que representam os seis povos que originaram o município de Arapoti. Os bonecos farão parte da Coleção Campos Floridos – Origens, que será apresentado como suvenir turístico de Arapoti no próximo mês de julho

QUEBRA DE DECORO: Conselho de Ética vota pela continuidade do processo
QUEBRA DE DECORO: Conselho de Ética vota pela continuidade do processo

Integrantes do Conselho de Ética votaram na manhã desta segunda-feira (11) pela continuidade do processo que investiga denúncia contra o vereador Gionanni Modesto (PP) por quebra de decoro parlamentar. Com a decisão, o próximo passo é a fase da defesa e contraditório, onde o vereador Giovanni Modesto terá o prazo de 15 dias úteis para apresentar sua defesa

CONSELHO DE ÉTICA: Relator apresenta parecer sobre processo por quebra de decoro parlamentar
CONSELHO DE ÉTICA: Relator apresenta parecer sobre processo por quebra de decoro parlamentar

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar se reuniu na tarde desta segunda-feira (04) para receber o parecer do relator, vereador Ricardo Rodrigues Pedroso (PPS), sobre o processo que investiga quebra de decoro parlamentar do vereador Giovanni Modesto (PP). O próximo passo será a leitura e votação do relatório entre os Conselheiros, que está marcado para acontecer na próxima segunda-feira (11), às 9 horas, em reunião pública na Câmara Municipal.