100%

Projeto de Lei quer regulamentar as estradas urbanas e rurais do município

Dê sua opinião: https://bit.ly/2IYDplV
Acesse o Projeto na íntegra: https://bit.ly/2s67RjA
 
Tramita na Casa de Leis o Projeto 1936/18, que estabelece parâmetros e regras para as estradas rurais e urbanas do município. De autoria dos vereadores Divair da Silva e Nei Ferreira (PSC), a matéria tem como objetivo regulamentar abertura, conservação, denominações, especificação técnicas e dimensões das estradas. O Projeto aguarda parecer das Comissões de Constituição e Justiça e de Obras e Serviços Públicos para passar por discussão e votação no Plenário.
 
Segundo os autores, essas são regras quase inexistentes e pouco exploradas pela legislação municipal. “É preciso definir os parâmetros para que os limites sejam respeitados. Há caso que as plantações já invadiram as estradas rurais”, justificaram os autores. “Outro benefício da regulamentação é garantir a manutenção das estradas”.
 
O projeto dispõe que o município deverá, gradativamente, providenciar sinalização de obstáculos do terreno, de pontos de referência, marcos quilométricos, itinerários, entre outros. A proposição estabelece ainda que ninguém poderá abrir, fechar, desviar ou modificar estradas sem autorização prévia da Prefeitura, a qual deverá ter um cadastro de estradas rurais, com nomenclatura, numeração e destino.
 
Se aprovado, os trechos vicinais particulares que integrem ou vierem integrar a linha de transporte escolar serão declarados de utilidade pública, e seus proprietários deverão providenciar colocação de cercas e ‘mata-burros’ nas divisões de pastagens para que o tráfego fique livre de portão ou colchete. Em contrapartida, o município deverá executar obras de melhorias sem cobrança de contribuição de melhorias. Nos casos de lavoura próxima às vias, principalmente as irrigadas, o proprietário ficará obrigado a abrir canais de escoamento da água, para não prejudicar a parte transitável ou dificultar o trânsito.
 
O projeto prevê ainda multa que pode chegar ao valor de R$ 30 mil, e reintegração da área, caso a lei não seja atendida
 
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 23/05/2018 - 10:51:52 por: Nicole Renata Chiaradia - Alterado em: 23/05/2018 - 11:15:44 por: Nicole Renata Chiaradia

Notícias

1º TURNO: Câmara aprova regras e parâmetros para estradas do município
1º TURNO: Câmara aprova regras e parâmetros para estradas do município

Com cinco emendas modificativas, os vereadores de Arapoti aprovaram ontem (20) em 1º turno o Projeto de Lei 1936/18, que estabelece parâmetros e regras para as estradas rurais e urbanas do município. De autoria dos vereadores Divair da Silva e Nei Ferreira (PSC), a matéria tem como objetivo regulamentar abertura, conservação, denominações, especificação técnicas e dimensões das estradas

CIDADANIA: Jovens Vereadores fazem visita na Prefeitura
CIDADANIA: Jovens Vereadores fazem visita na Prefeitura

Na última sexta-feira (15), os Jovens Vereadores Ana Laura de Oliveira (Colégio Carmelina), Carlos Henrique Bispo (Colégio Costa Neto), Giovanna Men Kluppel (Colégio Colônia Holandesa) e João Henrique Vieira Rosa (Colégio Mega) visitaram a estrutura da Prefeitura Municipal, acompanhados pelo Chefe de Gabinete, Jeovane Varela. O objetivo da visita foi conhecer um pouco sobre cada cargo e cada secretaria do Executivo, quais suas funções e como se relacionam dentro da organização

20 de junho: Dia Mundial dos Refugiados
20 de junho: Dia Mundial dos Refugiados

Nesta quarta-feira, 20 de junho, é celebrado o Dia Mundial dos Refugiados. Um estudo divulgado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), aponta que, em um ano, o número de refugiados que buscou refúgio ou proteção no Brasil mais do que dobrou. De acordo com os dados, esse aumento é reflexo da crise econômica e humanitária em que se encontra a Venezuela, levando a um êxodo dos cidadãos, que já soma um total de 1,5 milhões de pessoas que se viram obrigadas...

Sancionada a lei que cria selo para produtos artesanais de origem animal
Sancionada a lei que cria selo para produtos artesanais de origem animal

Sancionada a Lei 13.680/2018 que permite a comercialização interestadual de produtos artesanais de origem animal, como queijos, salsichas, linguiças, presuntos, mortadelas, salame e geleia, fiscalizados pelos órgãos de inspeção estaduais. Com a norma, os produtos passam a ser identificados com um selo único com a inscrição “Arte”, e a fiscalização da qualidade e das condições de higiene será pelos órgãos de saúde pública estaduais. Até então, os produtos só podiam...

ORIGENS: Prefeitura em parceria com a Câmara Municipal lança concurso cultural 'Escolha o Meu Nome'
ORIGENS: Prefeitura em parceria com a Câmara Municipal lança concurso cultural 'Escolha o Meu Nome'

A Prefeitura, em parceria com a Câmara Municipal, lançou nesta semana o Concurso Cultural Escolha o Meu Nome, que propõe aos alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental criar nomes para os bonequinhos que representam os seis povos que originaram o município de Arapoti. Os bonecos farão parte da Coleção Campos Floridos – Origens, que será apresentado como suvenir turístico de Arapoti no próximo mês de julho

QUEBRA DE DECORO: Conselho de Ética vota pela continuidade do processo
QUEBRA DE DECORO: Conselho de Ética vota pela continuidade do processo

Integrantes do Conselho de Ética votaram na manhã desta segunda-feira (11) pela continuidade do processo que investiga denúncia contra o vereador Gionanni Modesto (PP) por quebra de decoro parlamentar. Com a decisão, o próximo passo é a fase da defesa e contraditório, onde o vereador Giovanni Modesto terá o prazo de 15 dias úteis para apresentar sua defesa

CONSELHO DE ÉTICA: Relator apresenta parecer sobre processo por quebra de decoro parlamentar
CONSELHO DE ÉTICA: Relator apresenta parecer sobre processo por quebra de decoro parlamentar

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar se reuniu na tarde desta segunda-feira (04) para receber o parecer do relator, vereador Ricardo Rodrigues Pedroso (PPS), sobre o processo que investiga quebra de decoro parlamentar do vereador Giovanni Modesto (PP). O próximo passo será a leitura e votação do relatório entre os Conselheiros, que está marcado para acontecer na próxima segunda-feira (11), às 9 horas, em reunião pública na Câmara Municipal.